Diana Mota (flauta) e Alvaro Henrique (violão) no ECAI

Nessa apresentação vamos passear pela invenção do nacionalismo: como compositores da Espanha, Argentina e do Brasil inventaram o que seria a forma nacional de se fazer música. No repertório, Piazzolla, Heitor Villa-Lobos, Granados e outros.

Compre seu ingresso em Ingressos – ECAI ao Vivo – ECAI – Espaço Cultural Alexandre Innecco

No século XIX, os músicos começaram a definir qual seria a forma da sua nação de fazer música. Vamos conhecer a trajetória de compositores que definiram a música nacionalista do Brasil, Argente, e Espanha. A escola nacionalista tem como expoente uma figura de projeção universal: Villa-Lobos (representante das novas tendências musicais) sendo o primeiro grande artista brasileiro cuja obra assumiu caracterí­sticas verdadeiramente nacionais. Astor Piazzolla é um dos músicos mais consagrados da Argentina e da América Latina. Compositor, arranjador e intérprete (bandoneon) e um grande renovador da música do seu paí­s. Enrique Granados pertenceu a um grupo de compositores interessados em criar uma forma de música peculiarmente espanhola depurando a essência da música popular nativa e foi criador de uma escola espanhola moderna.

Inscreva-se em nossa newsletter

Cadastre seu email para receber todas as novidades na hora que forem publicadas.

 

Você se cadastrou em nossa newsletter com sucesso

Share This