Após um período de intensa produção de conteúdo didático, estou organizando as vídeo-aulas que vejo darem os melhores resultados entre os alunos.

Agora vamos falar de unhas e de sonoridade. A principal ferramenta de produção de som ao tocar violão solo, as unhas são parte importante da identidade do som de cada violonista.

Um vídeo longo, com explicações detalhadas, de como você deve adaptar o formato das unhas ao seu toque (e não o contrário):

As informações mais importantes do vídeo anterior, resumidas, podem ser vistas no vídeo abaixo

A seguir, como os mesmos conceitos podem ser utilizados ao pensar a unha do polegar.

Caso você quebre as unhas, ou precise reforçá-las para evitar o desgaste por tocar intensamente, este vídeo te dá uma dica de como fazê-lo:

E agora, um detalhe importante: como você deve posicionar a lixa para cuidar da sua unha:

Como iniciar o polimento das suas unhas

Por fim, como você deve polir as suas unhas para obter um som mais claro, sem chiados gerados pela corda raspar na unha.

Aprendi esta técnica quando estudei na Alemanha, com Franz Halasz. Funciona muito bem, mas como é algo muito diferente do que as pessoas costumam falar aqui no Brasil, sempre que abordo este tema ele gera controvérsia. Agora foi a primeira vez que tratei deste assunto, o microburaco na unha, abertamente na internet.

Como tratamos as unhas para ter um som melhor, preciso incluir nessa bateria pelo menos alguns vídeos de como mover a sua mão direita de forma a obter o melhor resultado das suas unhas aprimoradas.

Uma forma mais resumida e fácil de lembrar do mesmo assunto acima, com outro olhar:

Por fim, uma referência bem clara do quê seria o tal “som bonito”. Bonito é um adjetivo, depende do gosto de cada um. Mas há um som de violão muito especial, o som de sino, que é esse que devemos perseguir.

Share This