Durante o século XIX e o XX, vários países iniciaram uma busca pela sua identidade nacional. Qual seria o jeito alemão de comer? A forma francesa de falar? A forma inglesa de se vestir? Perguntas como essas povoaram a mente de todos neste período, inclusive músicos.

Enrique Granados considerou que a identidade da música espanhola era ser filha de seus pais: o pai árabe e a mãe Europa, em mescla.

O duo Diana Mota e Alvaro Henrique tocam Enrique Granados e outros compositores no Teatro Garagem do SESC da 713/ 913 Sul, 17 de março, às 20h, na apresentação (inter)nacionalismos. Garanta seu ingresso em https://www.eventbrite.com.br/e/internacionalismos-tickets-96323162171

Share This