Eis, em pdf, uma cópia da minha dissertação de mestrado “O Planejamento da Expressividade na Música Contemporânea”

O trabalho visa atender uma necessidade de todo músico: como emocionar mais o público nas suas interpretações musicais.

Usar uma música contemporânea inédita serviu como ótimo objeto de estudo por não existir uma gravação de referência, e me obrigar a extrair toda a inspiração apenas da partitura manuscrita do compositor.

Foi usada como fundamentação teórica as ideias de Leonard Meyer, em especial a aplicação dos Padrões de Percepção Gestalt para observar o que o ouvinte pode imaginar o que deve acontecer (expectativa), e como confirmar, frustrar ou inibir a expectativa para despertar emoção.

Share This