Seguimos falando sobre as técnicas de estudo equivocadas e como corrigí-las. Falamos de duas técnicas no vídeo acima: maus construtores e ignorando mapas.

Maus construtores é uma das falhas mais fáceis de corrigir. Consiste em apresentar problemas em função da divisão de trechos das músicas durante o estudo. Por conta dessa falha, cada trecho internamente está bem, mas a transição de um trecho para outro é desafiadora. Veja como corrigir no vídeo acima – adianto que essa é um dos erros mais simples de corrigir.

Ignorando mapas, por sua vez, é das mais difíceis de corrigir. Consiste em jogar no lixo qualquer informação que ajuda a tocar a música, inclusive as orientações do professor. É preciso uma mudança de mentalidade para conseguir resolver essa questão e passar a usufruir de TODAS as informações na partitura (inclusive do que não são bolinhas) e das dicas de professores, amigos, livros, músicos mais experientes, etc.

Share This