A Quinta Sinfonia de Beethoven é uma das mais importantes obras do repertório erudito. Tecnicamente, representa um dos melhores exemplos de como compôr uma música longa a partir de elementos pequenos. Esteticamente, pode representar desde os ideais libertários da Revolução Francesa à chegada de um mau presságio (a surdez e a morte batendo na porta).

E seguimos ouvindo a bela interpretação de Maria Teresa Madeira tocando Ernesto Nazareth.

Ouça em https://soundcloud.com/alvarohenrique/bravo-89-250617-lancamentos-9

Todos os programas em https://soundcloud.com/alvarohenrique/sets/bravo

Share This